Manual de Iniciação ao Esporte Paralímpico para professores que atuam com crianças e jovens


O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) lançou nesta terça-feira, 5, o Manual de Iniciação ao Esporte Paralímpico para professores que atuam com crianças e jovens com deficiência seja em ambiente escolar seja em clubes ou associações. A solenidade aconteceu no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo. O Manual conta com explicação das regras de cada modalidade, classificação esportiva, histórico, atividades lúdicas. As modalidades contempladas são: atletismo, bocha, futebol de cegos, goalball, judô, natação, tênis de mesa e vôlei sentado.


“A educação é importante para nós. Queremos criar de fato oportunidades. O CPB faz isso em duas frentes: capacitamos os professores e garantimos o acesso aos alunos de hoje. Essas ações do CPB são de extrema importância para as pessoas com deficiência do presente e do futuro”, discursou Mizael Conrado, bicampeão paralímpico de futebol de cinco (Atenas 2004 e Pequim 2008) e presidente do CPB.


Produzido pelos professores da Escola Paralímpica de Esportes do CPB e dirigido pela Academia Paralímpica, o Manual tem como objetivo reforçar a promoção e aumentar o fomento da prática esportiva para pessoas com deficiência. “Agradeço a todos os professores da Escola Paralímpica que abraçaram este projeto. Muitas vezes, os professores das escolas não têm a informação e não sabem como incluir a criança com deficiência nas atividades. O Manual tem o intuito de ajudar, orientar, esses professores”, completou Ramon Pereira, diretor de desenvolvimento esportivo.


O Manual de Iniciação ao Esporte Paralímpico de cada modalidade será disponibilizado, de forma gratuita, no site da Educação Paralímpica. Acesse aqui.


Participaram do evento Mizael Conrado, presidente do CPB, Yohansson do Nascimento, vice-presidente do CPB, Nelson Hervey, superintendente do CPB, Ramon Pereira, diretor de desenvolvimento esportivo do CPB, Marcos Garcia, diretor do Centro de Treinamento Paralímpico, Ivaldo Brandão, ex-vice-presidente do CPB e presidente do conselho deliberativao da ANDE, Luiz Alberto Vaz, secretário de Esportes de Araçariguama, Lilian Braga, secretária da Educação de Carapicuíba, Luciana Avelino, secretária de Esportes de Diadema, Lorena Rodrigues, prefeita de Franco da Rocha, Álvaro Alexandre Camargo, secretário de Esportes de Goiânia, Antônio Hélio, prefeito de Itapira, Nathália Jordão, chefe do Centro Educacional Paulo Freire, Yves Carbinatti, secretário de Esportes, Calivan Braga, secretário extraordinário da pessoa com deficiência de São Luiz (MA).


Além do Manual, foram assinados termos de colaboração da Educação Paralímpica com cinco municípios de São Paulo: Carapicuíba, Diadema, Franco da Rocha, Itapira, Rio Claro. Nestas parcerias, o CPB realizará a qualificação dos professores de Educação Física da rede de ensino municipal.


Fonte: Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square